Translate

sábado, 30 de setembro de 2017

Como viverias a tua vida se tivesses uma doença que te estaria a matar?






Uma pergunta muito interessante. E muito importante de se fazer. O que farias na tua vida se tivesses uma doença que te tivesse a matar?
 Ao te aperceberes que não estás aqui para sempre e que provavelmente estás a gastar muito mal o teu tempo na terra.

Mas todos temos essa doença. Chama-se viver. Ninguém sobrevive, todos vamos morrer um dia.

É assustador e tentamos não pensar que não vivemos para sempre. Mas a viver assim assustado é que não é viver.


Uma das melhores meditações que se pode fazer é meditarmos imaginando que neste momento o nosso tempo na terra tinha acabado. O mundo continua mas sem nós.
-Quais são os teus maiores arrependimentos?
-O que farias diferente na tua vida?
-Passarias tanto tempo a tentar agradar a pessoas que nem sequer gostas?
-Afinal  devias te por em primeiro lugar neste mundo.

Se meditares assim na morte apercebes te de como estás a gastar o teu tempo. De como estás a tentares agradar as outras pessoas em vez de agradares a ti próprio. De como te importaste te tanto com o que as outras pessoas pensavam e na verdade o que importava e te faria feliz era viver à tua maneira.

O que na verdade querias fazer? Não importa o que te dizem que nunca farás na vida. O que gostavas mesmo de fazer antes de morrer? 

Será que os teus medos importam assim tanto. Rejeição? O que preferes? Chegar ao fim da vida arrependido de não teres ido falar com ela, ou apenas de levar um não?

Vale mesmo a pena tentares



Sem comentários:

Publicar um comentário